segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

VOCÊ PRECISA PARAR E PENSAR NO QUE PERDEMOS.


ESTA PUBLICAÇÃO FOI FEITA ORIGINALMENTE EM 15 DE MARÇO DE 2014. PRESTE ATENÇÃO:

Fico até surpreso quando explico a tabela do governo imposta a nós Militares de Pernambuco até 2014. Parece que ninguém TINHA notado, até eu explicar. Demonstram surpresa. Isso é reflexo do não acompanhamento das nossas lutas em favor da nossa classe.
DESTACO AQUI DUAS GRANDES PERDAS:
Perda da repercussão financeira ao passarmos para a reserva e a EXTINÇÃO da gratificação do Risco de vida. Leia que você vai notar que ela está lá, apenas no nome, mas na verdade é parte do seu soldo que foi tirado pelo governo. A mesma coisa é a promoção. Promove, mas fica recebendo com o Posto ou graduação inferior.
Eu digo que acabaram com a repercussão financeira na reserva E TIRARAM A GRATIFICAÇÃO DE RISCO DE VIDA, mesmo ela “parecendo” estar ali.
O “segredo” está na QUEBRA DO ESCALOAMENTO VERTICAL. Com isso a Gratificação do Risco de vida está saindo do seu soldo. É parte do que o governo TOMOU do seu SALÁRIO. Tomou parte do seu soldo e “devolveu” como Gratificação do risco de vida. Parece ser gratificação, mas é parte do seu soldo.
ENTENDA O QUE EU DIGO, DETALHADAMENTE: Começando com a quebra do escalonamento vertical.
IMPORTANTE: Apenas lembrando, escalonamento vertical é um percentual que cada Militar recebe como Soldo, tendo como base o soldo do Coronel. Veja o ANTES da Mudançapelo Governo de Pernambuco e DEPOIS da mudança agora em 2011.
CORONEL: Recebe 100% do soldo. Com a mudança na lei continuará recebendo 100%. Diferença em R$ 0,00, ou seja, NÃO PERDEU NADA.
TENENTE-CORONEL: Recebia 92,56% do soldo do Coronel. Com a mudança na leipassou a receber 84,59%, MENOS 7,97%. PERDA de R$ 695,38. Este valor tirado o governo devolve como se fosse gratificação do risco de vida.
MAJOR: Recebia 81,69% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passou a receber 68,60%, MENOS 13,09%. PERDA de R$ 1.142,10. Este valor tirado o governo devolve como se fosse gratificação do risco de vida.
CAPITÃO: Recebia 69,54% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passou a receber 57,25%. MENOS 12,29%. PERDA de R$ 1.072,31. Este valor tirado o governo devolve como se fosse gratificação do risco de vida.
1º TENENTE: Recebia 57,33% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passou a receber 50,03%. MENOS 7,30%. PERDA de R$ 636,93. Este valor tirado o governo devolve como se fosse gratificação do risco de vida.
2º TENENTE: Recebia 52,07% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passou a receber 44,87%. MENOS 7,20%. PERDA de R$ 628,20. Este valor tirado o governo devolve como se fosse gratificação do risco de vida.
SUBTENENTE: Recebia 44,11% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passou a receber 39,44%. MENOS 4,91%. PERDA de R$ 428,40. Este valor tirado o governo devolve como se fosse gratificação do risco de vida.
1º SARGENTO: Recebia 40,41% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passou a receber 34,04%. MENOS 6,37%. PERDA de R$ 555,78. Este valor tirado o governo devolve como se fosse gratificação do risco de vida.
2º SARGENTO: Recebia 35,98% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passou a receber 29,40%. MENOS 6,58%. PERDA de R$ 574,10. Este valor tirado o governo devolve como se fosse gratificação do risco de vida.
3º SARGENTO: Recebia 34,11% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passou a receber 25,27%. MENOS 8,84%. PERDA de R$ 771,30. Este valor tirado o governo devolve como se fosse gratificação do risco de vida.
CABO: Recebia 22,26% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passou a receber 21,66%. MENOS 0,60%. PERDA de R$ 52,35. Este valor tirado o governo devolve como se fosse gratificação do risco de vida.
SOLDADO: Recebia 21,86% do soldo do Coronel. Com a mudança na lei passou a receber 19,48%. MENOS 2,38%. PERDA de R$ 207,65. Este valor tirado o governo devolve como se fosse gratificação do risco de vida.
LEMBRE-SE QUE A GRATIFICAÇÃO DO RISCO DE VIDA QUEM PAGAVA ERA O GOVERNO COM RECURSOS DELE, AGORA QUEM PAGA SOMOS NÓS COM O QUE TIRARAM DO NOSSO SOLDO COM A QUEBRA DO ESCALONEMENTO VERTICAL,OU SEJA, SAI DE NÓS PARA NÓS MESMOS.
PERDA DOS EFEITOS DA PROMOÇÃO NA PASSAGEM PARA A RESERVA:
VEJA ESTE EXEMPLO:
Observe a tabela e note os detalhes. Veja que a SOMA do Soldo + a gratificação do risco de vida de um Posto ou graduação é EXATAMENTE o valor do soldo (apenas o Soldo sem o risco de vida) do Posto ou graduação imediatamente superior.
EXEMPLO:
SOLDADO NA ATIVA: Valores referentes a 2014.
Soldo de R$ 2.31988 + Risco de vida de R$ 500 Total R$ 2.81988
CABO NA RESERVA:
Agora note que o SOLDO do Cabo DA RESERVA SERÁ é exatamente R$ 2.81988. A soma igual aos vencimentos do Soldado da ativa.
Isso quer dizer que o Cabo da Reserva vai receber igual ao Soldado da ativa e assim sucessivamente até o Tenente-coronel.
Isso é o mesmo que acabar com a promoção na reserva. Promove, mas não tem repercussão financeira nenhuma. O que adianta ser Promovido a Coronel na reserva e receber como Tenente-coronel? Promover a Sargento e receber como Cabo? Isso após doar trinta anos de serviço à sociedade. É JUSTO?
LEMBRE-SE:
INATIVO RECEBE APENAS O SOLDO E NADA A MAIS.
A cada ano o prejuízo aumenta. Tragédia anunciada. Tem gente que acha que está ganhando, mas está perdendo um pouquinho até 2014.
COMO RECUPERAR O QUE PERDEMOS?
Dois Caminhos: Um JURÍDICO, buscando a reparação na justiça e o outro caminho é POLÍTICO. O que nos tiraram foi com decisão Política e é lá que TAMBÉM poderemos reaver o que perdemos.
DETALHE IMPORTANTE:
O Coronel que “fechou” na ativa foi o único que não perdeu nada, muito pelo contrário, só ganhou. Não teve redução de percentual no soldo, não teve perda da gratificação do risco de vida, porque não saiu do soldo dele. O único que REALMENTE ganhou gratificação do risco de vida e ainda LEVA PARA RESERVA como verba compensatória. Os demais Postos e Graduações perderam.
ARNALDO (Sgt PM). Vice-presidente.
ASSP-PE. Associação dos Policiais e Bombeiros Militares de Pernambuco.
VOCÊ TEM O DIREITO DE SABER E NÓS O DEVER DE INFORMAR.